Deve-se passar o fio dental primeiro ou escovar antes?

aqui tem odonto - o-que-vem-primeiro

Uma pergunta comum que os pacientes fazem aos dentistas é “O que devo fazer primeiro: escovar ou passar o fio dental?”. A sequência não faz diferença, desde que você faça os procedimentos corretamente. Escovar e passar o fio são a melhor maneira de remover a placa bacteriana, causadora de cárie dentária nos dentes, e ajudar a manter uma ótima saúde bucal.

Escolha uma escova que seja confortável para as mãos e para a boca e use-a no mínimo duas vezes por dia. Coloque sua escova inclinada num ângulo de 45º em direção à gengiva. Faça movimentos curtos e delicados da escova para frente e para trás escovando as superfícies externas, internas e de mastigação dos dentes, bem como as superfícies internas dos dentes anteriores.

Embora a escovação dental remova a placa bacteriana das superfícies dos dentes, ela sozinha não remove toda a placa. A limpeza entre os dentes todos os dias com fio dental, remove restos alimentares da região entre os dentes onde sua escova não consegue alcançar. Pessoas com dificuldade de manusear o fio dental podem preferir usar outro tipo de limpador interdental. Se você usa limpadores interdentais, pergunte ao seu dentista como usá-los corretamente para evitar lesões nas gengivas.

Como saber se você está fazendo um bom trabalho? Seu dentista pode recomendar o uso de pastilhas evidenciadoras de placa, vendidas sem prescrição em farmácias e outras lojas que vendem produtos de higiene bucal. As pastilhas evidenciadoras de placa são mastigadas depois que você higieniza a boca. Um pigmento vermelho mancha a placa que não foi removida, mostrando os pontos que necessitam de limpeza adicional.

Via Colgate

Anúncios

Gengiva saudável não sangra!

aqui-tem-odontologia--gengiva-saudavel
Se a sua gengiva sangra ao escovar ou ao passar o fio dental, cuidado ela já está inflamada. O nome disso é gengivite. É muito importante  dar  atenção a esse sinal. Muitos pacientes acreditam que estão se machucando com o fio  quando isso ocorre, e que esta é a causa do sangramento . Mas este é um equívoco.
Para diagnosticarmos a inflamação, é importante conhecermos as características de uma gengiva saudável: coloração rosa com ou sem pigmentos de natureza étnica  (manchas escuras na gengiva encontradas principalmente em pessoas de raça negra, asiática e seus descendentes), aspecto de “casca de laranja”, contorno uniforme nos dentes, sem nenhum tipo de inchaço e muito menos sangramento.
Muitos pacientes relatam que pararam de passar o fio dental, pois possuem a “gengiva sensível” e acabam se machucando. Na realidade, a gengiva só está sangrando porque o fio dental não é passado diariamente com a técnica correta. É um círculo vicioso: não passam o fio porque está sangrando, mas está sangrando porque não passam o fio .
Para que todos possam entender melhor o que é a gengivite, é importante conhecer também um pouco sobre o sulco gengival. Este  é um espaço anatômico entre o dente e a gengiva, de 2 a 3 mm de profundidade, situado em volta de cada dente. Dentro desse pequeno espaço a placa bacteriana (película formada por restos de alimentos e bactérias que residem em nossa boca) se instala e provoca uma inflamação local, devido a sua proliferação e liberação de ácidos.
 Então, para evitar a gengivite, é muito fácil. Basta escovar os dentes e passar o fio dental diariamente, sempre com a técnica que permite que  as pontas das cerdas da escova dental e o fio  entrem naquele sulco gengival.
Como passar o fio dental corretamente:
– Pegue aproximadamente 50 cm de fio ou fita dental;
– Coloque entre dois dentes e leve até o sulco gengival (isso mesmo, pode coloca r lá dentro entre o dente e a gengiva);
– Abrace um dente com o fio dental e deslize pela sua lateral ;
– Entre com o fio dental novamente entre os mesmos dentes e, leve-o  até o sulco gengival. Mas desta vez abrace o outro dente e deslize o fio pela sua lateral.
– Repita o mesmo procedimento em todos os dentes.
– Procure sempre a ajuda de seu dentista para mais detalhes e para realizar uma consulta preventiva a cada seis meses.
Lembre-se sempre que, se a gengiva sangrar ao passar o fio dental, já existe uma inflamação e o início de seu tratamento é feito em casa mesmo. Não abandone o hábito de passar  diariamente o fio dental!. Após cerca de  cinco  dias, esse sangramento deverá parar ou pelo menos diminuir, pois você estará removendo a placa bacteriana que é a causadora principal desse sangramento. O que temos que ter sempre em mente é que  “gengiva saudável não sangra”.
Como está a sua gengiva? Agora que você já tem conhecimento de como mantê-la saudável, é só começar!
Via Odontoprev